13 de novembro de 2010

Estudantes do Rio protestam contra falhas no Enem

Cerca de 300 estudantes fizeram uma manifestação no centro do Rio em protesto contra o que consideram desordem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Eles se concentraram na Cinelândia e caminharam, com narizes de palhaço, caras-pintadas, carro de som e faixas, até o Palácio Gustavo Capanema, onde funciona a sede do Ministério da Educação.

Para a estudante Patricia Figueira, do Instituto Abel, em Niterói, na região metropolitana do Rio, a questão não é a anulação das provas, mas a organização do exame. “O MEC tem que resolver o problema de maneiro justa.”

O representante da Assembleia Nacional de Estudantes Livre (Anel), Julio Anselmo Mendes Junior, disse que a reivindicação é pelo fim do novo Enem e pelo livre acesso à universidade. “Estamos sendo tratados como palhaços, com descaso e sem nenhum respeito”, disse Jonas Murad, da Nova Organização Voluntária Estudantil (Nove). Segundo ele, a Nove defende a realização de uma segunda prova, dessa vez facultativa, para substituir a primeira.

No final da tarde, o representante do MEC, Cícero Fialho, conversou com os estudantes, que condenaram os erros do Enem e pediram acesso livre à universidade. Eles entregaram a Fialho um manifesto com críticas ao exame.
 
Fonte: UOL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme